top of page
  • Foto do escritorAna Maria

Marlui Miranda



A luz se foi, novo dia nasce, ao ato de me ninar sem necessitar dormir.

embalando ao movimento ao que me lanço, observo que vivi uma preparação para compreender da língua materna. Ela embala meus sonhos por mais respeito e por legitimidade, ao espaço do ser existir à natureza nossa irmã mais velha.  


me lanço ao vento sabendo-me da água doce e do mar.


aos tantos pais e mães que tenho, ao prazer de reconhecê-los em mim, à ciência da consciência de acessar essa fonte incondicional.


passo

rumo

remo

avanço

sinto medo 

percebo

acolho

alcanço.


com amor sempre. 



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page